sábado, 26 de maio de 2007

Não anule dos seus olhos o brilho do despertar do amor, amar não tem sido nada natural... pode até ser fácil apaixonar-se, caminhos curvos e desilusões são freqüentes, mas não tem sido fácil transpor os limites físicos e tocar o coração amarrado, embora sinta o apertar daquela mão tão quente quanto um abraço. É a voz que chama pela presença, é o silêncio que diz não mais partir. Num estalo pode tudo mudar, o amanhã é obscuro, mas não pare de andar...

“Cada vez que te procuro, te vais
E cada vez que te ligo não estás
É por isso que volto a dizer
Que tu só nas minhas fotos estás...
Quando há um abismo enorme
Que se põe entre nós dois
Eu me valho da lembrança
E me lembro da tua voz
E de novo sinto que me dói o coração
E não tenho outro remédio
Senão amar-te”
Juanes - Fotografias


Palavra V!va de MMM...

Um comentário:

silvia disse...

Que lindo o que escreveu!!!Concordo em genero, numero e grau...Huuummm musica do Juanes, menina latina..hauhauhuaa